1 de Outubro

A solidão partilhada é menos solitária

Reflexão do Dia

Podemos estar rodeados por muitas pessoas e ainda assim nos sentirmos sozinhos. Podemos ficar sozinhos e ainda assim sentirmos felicidade e satisfação. O que faz a diferença? Sentimo-nos sós quando esperamos algo de alguém e essa pessoa não nos pode dar. Ninguém nos pode trazer paz de espírito, uma sensação interna de aceitação e serenidade. Quando nos encontramos sozinhos, não temos que nos sentir sós. Deus está connosco; A Sua presença é como o calor que nos envolve. Quanto mais nos apercebemos de que somos amados por Ele, mais somos capazes de sentir satisfação e segurança – independentemente de estarmos ou não na companhia dos outros.

Estou a sentir a presença do meu Ser Superior em todos os momentos e em todo o lado?

Hoje eu peço:

Que eu compreenda que cada um de nós tem a sua própria forma de solidão – se somos jovens e não temos amigos, se somos idosos e estamos à espera da hora da morte, necessitados, abandonados, em fuga, ou simplesmente se nos sentirmos perdidos no meio de uma multidão. Que a minha solidão diminua com o facto de ser um sentimento universal que todos já sentiram – ainda que algumas vidas pareçam mais vazias do que outras. Que eu - e todas as pessoas solitárias – tenhamos conforto na presença de Deus.

Hoje vou lembrar-me:

A solidão partilhada é menos solitária.