Famílias Anónimas

O que são as Famílias Anónimas?

JOG-ANOM é uma Organização Mundial de Familiares e Amigos de Jogadores Compulsivos. JOG-ANOM oferece recuperação aos seus membros, com base na autoajuda, na entreajuda, e na identificação entre os membros do grupo. 

Tem por base um programa de 12 Passos de Recuperação e de 12 Passos de Unidade, não tem carácter religioso e é um local onde todos encontram oportunidade de ouvir e de ser ouvidos. Anónimos por opção. Solidários sim, solitários nunca. Acreditamos que uma mudança nas nossas atitudes será de infinita ajuda para todos. 

 Os grupos de autoajuda são pequenos núcleos formados por pessoas que se recuperam de estilos de vida destrutivos. Na troca de experiências, o indivíduo retrata-se no grupo e, ao fazê-lo, toma consciência de que o seu problema não é único, encontrando força extra para a própria recuperação. Apesar de estar inserido num grupo, cada um trata de olhar para dentro de si, com honestidade e humildade, descobrindo os seus medos e os mecanismos de delegação e de posse, que afetam negativamente a sua autonomia individual. 

 Aprendemos que o jogo compulsivo é uma doença, não um problema moral, que pode ser controlada pela abstinência total, mas não curada, e que isso só pode ser feito pelo jogador. Quando entendermos completamente esta insanidade e aceitarmos o facto de que o jogo compulsivo é uma doença, uma obsessão mental, e de que somos impotentes em relação a isso, estaremos prontos a aprender uma forma melhor de viver. 

Os propósitos de JOG-ANOM são: 

  • Crescer espiritualmente através da vivência dos doze passos de JOG-ANOM; 
  • Aprender a compreender o problema do jogo e seu impacto nas nossas vidas: 
  • Interrogar o jogador não servirá para nada; 
  • Repisar o passado será prejudicial para todos: 
  • Não pagar dívidas de jogo, o jogador deve ser responsável pelas mesmas; 
  • A recuperação do jogador é um processo muito lento, onde cada pessoa tem os seus tempos e há que os respeitar; 
  • Encorajar e compreender o jogador compulsivo; 
  • A paz pode ser encontrada, quando o passado for aceite sem ressentimentos; 
  • Dar as boas vindas, auxílio e conforto àqueles que foram afetados pelo problema do jogo; 
  • Ter sempre presente que, "Ninguém pode viver a vida dos outros, o fundamental é aceitar que o problema existe…, porém, tem solução!" 
  • Ao trabalharmos os passos, aprendemos a lidar com os nossos problemas do dia-a-dia e desenvolvemos a Serenidade e a Paz, que tanto necessitamos. 

Se procura ajuda para lidar e enfrentar este problema, queremos que saiba que o compreendemos, como muito poucos conseguem. Nós também somos familiares com preocupações e o nosso pensamento tornou-se algumas vezes confuso assim como por vezes ficámos nervosos, irritados e incapazes de lidar com o a deterioração da relação com o jogador e com os problemas financeiros causados pelo problema. 

A mensagem de JOG-ANOM é: junte-se a nós, sabemos que viver com as consequências de um jogador compulsivo sem ajuda pode ser muito complicado.