Será que sou Jogador Compulsivo?

Ligue 919449917

Cabe apenas a si decidir se é ou não jogador compulsivo e se precisa da ajuda de Jogadores Anónimos. A maioria das pessoas procura JA quando estão dispostas a admitir que o jogo tomou conta das suas vidas, causando problemas crescentes e constantes. Muitos membros de JA passaram por experiências terríveis antes que estivessem prontos a aceitarem ajuda. Outros enfrentaram uma deterioração subtil e lenta, que finalmente os levou ao ponto de admitirem o fracasso. 

Se responder positivamente a pelo menos 7 (sete) destas 20 (vinte) perguntas, pode considerar-se um jogador compulsivo e Jogadores Anónimos poderá ajudá-lo!


1. Já perdeu horas de trabalho ou de escola devido ao jogo?

2. Alguma vez o jogo causou infelicidade à sua vida familiar?

3. O jogo afetou a sua reputação?

4. Já sentiu remorso depois de jogar?

5. Já alguma vez jogou para obter dinheiro para pagar dívidas ou para resolver dificuldades financeiras? 

6. O jogo causou uma diminuição na sua ambição ou eficiência?

7. Após ter perdido, já alguma vez se sentiu como se necessitasse voltar o mais cedo possível e recuperar as suas perdas? 

8. Após ganhar, já sentiu uma forte vontade de voltar e ganhar mais? 

9. Geralmente jogava até ao seu último cêntimo? 

10. Já pediu dinheiro emprestado para financiar o jogo? 

11. Já alguma vez vendeu alguma coisa para financiar o jogo? 

12. Já alguma vez sentiu relutância em usar "dinheiro de jogo" para as despesas normais? 

13. O jogo tornou-o descuidado com o seu bem-estar e o da sua família?

14. Já alguma vez jogou por mais tempo do que o planeado? 

15. Alguma vez jogou para fugir das suas preocupações ou problemas? 

16. Alguma vez cometeu ou pensou em cometer um ato ilegal para financiar o jogo? 

17. O jogo fez com que tivesse dificuldades em dormir? 

18. Discussões, desapontamentos ou frustrações fizeram com que tivesse vontade de jogar? 

19. Alguma vez já teve vontade de celebrar boas notícias/acontecimentos positivos com algumas horas de jogo? 

20. Alguma vez pensou em fazer mal a si próprio por causa do jogo?