4 de Agosto

Já tenho uma reserva de bênçãos

Reflexão do Dia

Uma das melhores maneiras de escapar à armadilha da autopiedade é fazer uma "contabilidade rápida". Para cada registo de sofrimento na coluna dos débitos, de certeza que encontraremos uma bênção para registar na coluna dos créditos: a saúde de que gozamos, as doenças que não temos, os amigos que gostam de nós e que nos deixam gostar deles, vinte e quatro horas sem jogo, um dia de trabalho que correu bem. Se tentarmos, facilmente conseguimos listar uma fiada de créditos que em muito ultrapassarão os débitos que nos levam a ter pena de nós mesmos.

O meu equilíbrio emocional está hoje no lado dos créditos?

Hoje eu peço:

Que eu aprenda a distinguir os meus créditos dos meus débitos e a saber somá-los. Que eu faça a lista das minhas inúmeras bênçãos na coluna dos créditos. Que a soma me revele, no fim, a bela quantidade de coisas boas em que me posso apoiar.

Hoje vou lembrar-me:

Já tenho uma reserva de bênçãos.