20 de Agosto

A dor do meu Quinto Passo é também a minha libertação 

Reflexão do Dia

Todos os Doze Passos nos pedem para irmos em sentido contrário ao dos nossos desejos e inclinações naturais; todos eles furam, espremem e finalmente desincham os nossos egos. No que toca a desinchar o ego, poucos Passos são mais difíceis de dar do que o Quinto, que sugere que "admitamos para nós mesmos e para outro ser humano a natureza exata das nossas falhas". Poucos Passos são mais difíceis de dar, sim, mas dificilmente haverá outro que seja tão necessário para nos libertarmos a longo prazo da compulsão do jogo.

Já deixei de viver sozinho com os angustiantes fantasmas do passado?

Hoje eu peço:

Que o Poder Superior me dê forças para encarar o grande esmagador de egos: o Quinto Passo. Que eu não hesite em chamar um ouvinte confiável de Quintos Passos, marcar uma reunião e partilhar este Passo. Aceitando a responsabilidade pelo meu comportamento, e a partilhando, de seguida, o meu relato com outra pessoa, estarei na verdade a tirar um peso enorme das minhas costas.

Hoje vou lembrar-me:

A dor do meu Quinto Passo é também a minha libertação.