25 de Janeiro

Mudar de dentro para fora 

Reflexão do Dia

Mesmo com um entendimento crescente do Programa de Jogadores Anónimos e dos Doze Passos, por vezes podemos ter dificuldade em acreditar que o nosso novo modo de viver nos conduza à liberdade pessoal. Vamos supor, por exemplo, que me sinto acorrentado a um trabalho de que não gosto ou a um relacionamento pessoal problemático. O que é que estou a fazer em relação a isso? No passado, o meu comportamento típico era tentar manipular as coisas e as pessoas para as tornar mais ao meu gosto. Hoje, percebo que não é assim que se alcança a felicidade.

Estou a aprender que libertar-me do desespero e da frustração só é possível se eu mudar as minhas atitudes que perpetuam as condições que me causam sofrimento?

Hoje eu peço:

Que eu tenha um olhar claro para perceber (e depois impedir-me de o fazer) que estou a controlar as vidas dos outros à minha volta, dos meus colegas ou sócios, dos meus amigos, da minha família. Que eu esteja sempre ciente de que a mudança começa dentro de mim mesmo.

Hoje vou lembrar-me:

Mudar de dentro para fora.