23 de Janeiro

Não somos marionetas nas mãos de Deus 

Reflexão do Dia

Nunca devemos ficar cegos pela ideia de que somos só vítimas ocasionais da nossa herança, das nossas experiências de vida e do nosso ambiente — e de que essas são as únicas forças que nos fazem tomar decisões. Não é essa a via para a liberdade. Precisamos de acreditar que realmente podemos ter escolha. Como pessoas compulsivas, perdemos a nossa capacidade de escolher entre alimentar ou não a nossa doença. Mesmo assim, acabámos por fazer as escolhas que nos trouxeram à recuperação.

Acredito que ao "dispor-me a querer" fiz a melhor de todas as escolhas?

Hoje eu peço:

Que eu largue a ideia de que sou vítima do mundo, uma criatura infeliz apanhada numa teia de circunstâncias, sempre a achar que os outros me devem "compensar" porque me calhou em sorte um destino desgraçado. Tivemos sempre escolhas. Que Deus me ajude a escolher bem.

Hoje vou lembrar-me:

Não somos marionetas nas mãos de Deus.