12 de Janeiro

 A dor presente é suportável

Reflexão do Dia

Quando me sento calmamente e comparo a minha vida de hoje com o que ela costumava ser, a diferença é quase inacreditável. Mas nem tudo é um mar de rosas; há dias que são muito melhores do que outros. Quanto aos dias maus, tendo a aceitá-los melhor intelectualmente do que emocionalmente ou ao nível dos meus instintos. Não há reações perfeitas, mas parte da solução está de certeza no esforço constante para praticar os Doze Passos.

Estou a aceitar o facto de que o meu Poder Superior nunca me dará mais do que aquilo com que eu consigo lidar — um dia de cada vez?

Hoje eu peço:

Que eu me fortaleça ao saber que Deus nunca nos dá mais do que aquilo que conseguimos suportar, e que eu consiga sempre, de alguma maneira, suportar a dor atual, já que os suplícios de uma vida inteira, condensados num só momento desastroso, seriam de certeza demais para mim. Agradeço a Deus por nos dar apenas as complicações que são proporcionais às nossas forças, nunca nos destruindo na nossa debilidade. Que eu me lembre de que a nossa determinação cresce a partir do nosso sofrimento.

Hoje, vou lembrar-me:

A dor presente é suportável.