6 de Março

Juntar a ação à consequência 

Reflexão do Dia

Não há vantagens, não há lucro nenhum nem, certamente, nenhum crescimento quando me vou enganando a mim mesmo só para fugir das consequências dos meus próprios erros. Quando percebo isto, também percebo que estou a progredir. "Precisamos de ser verdadeiros por dentro, honestos para connosco, antes de podermos conhecer a verdade que nos rodeia", escreveu Thomas Merton em "Ninguém É uma Ilha": "…mas tornamo-nos verdadeiros interiormente quando exprimimos a verdade tal como a vemos."

Sou honesto comigo mesmo?

Hoje eu peço:

Devo contar com o meu Poder Superior para me ajudar a aceitar a verdade, quando tomo consciência dela. Que eu nunca mais me esquive de uma consequência. A fuga às consequências tornou-se um jogo de salão para jogadores compulsivos como eu, até ao ponto de perdermos todo o sentido da relação entre ação e consequência. Que, com a ajuda do meu Ser Superior, agora que estou a melhorar, recupere o meu equilíbrio.

Hoje vou lembrar-me:

Juntar a ação à consequência.