14 de Março

A dádiva perfeita não exige nada em troca

Reflexão do Dia

O que me mantém hoje no caminho certo é o sentimento de lealdade aos outros membros dos Jogadores Anónimos, onde quer que eles estejam. Dependemos uns dos outros. Sei, por exemplo, que os desapontaria se alguma vez voltasse a jogar. Quando cheguei aos Jogadores Anónimos, encontrei um grupo de pessoas que não estavam só a ajudar-se umas às outras a absterem-se, mas estavam também a ser leais umas às outras através da própria abstinência.

Sou leal ao meu grupo e aos meus amigos dos JA?

Hoje eu peço:

Agradeço a Deus pela lealdade e irmandade do grupo, e pelo compromisso mútuo que nos une. Que eu dê ao grupo o que recebo dele, na mesma proporção. Tendo sido, durante tantos anos, um recebedor, a minha doação não era mais do que um bem material, pelo qual eu esperava ser pago com aprovação, com amor ou com favores. Que eu aprenda a ter o prazer da simples dádiva, sem laços de obrigação ou expectativas de recompensa.

Hoje vou lembrar-me:

A dádiva perfeita não exige nada em troca.