6 de Abril

A abstinência nunca é à prova de falhas

Reflexão do Dia

O que é que dizemos a uma pessoa que recaiu, ou a outra que nos pede ajuda? Podemos levar-lhes a mensagem, se estiverem decididos a ouvi-la; podemos partilhar a nossa experiência, a nossa força e a nossa esperança. A coisa mais importante que podemos fazer, no entanto, talvez seja dizer a essa pessoa que a amamos, que estamos verdadeiramente felizes por ela estar de volta e que queremos ajudá-la o mais que pudermos. E as nossas palavras têm de ser ditas com intenção.

Ainda consigo "ir à escola" e aprender com os erros e as adversidades dos outros?

Hoje eu peço:

Que eu tenha sempre amor suficiente de reserva para desejar as boas-vindas de regresso ao grupo a um companheiro, ou companheira, que recaiu. Que eu seja capaz de ouvir, com humildade, a história triste que essa pessoa tem para contar. Para aí, mas com o meu Poder Superior, é que eu vou. Que eu possa aprender com os erros dos outros e rezar para não repetir o que eles fizeram.

Hoje, vou lembrar-me:

A abstinência nunca é à prova de falhas.