10 de Dezembro

Manter a tampa do bule entreaberta, para ir deixando o vapor sair 

Reflexão do Dia

Já parei para pensar que o impulso de "explodir" e dizer algo desagradável ou até de desejar mal a alguém, me atingirá muito mais gravemente a mim do que à pessoa a quem dirigi o insulto, se as minhas palavras se concretizarem? Preciso sempre de tentar acalmar os meus ânimos antes de agir com impaciência ou hostilidade, porque a minha mente pode tornar-se - de uma maneira muito real– no maior inimigo que jamais conheci.

Olharei atentamente antes de dar o passo, pensarei antes de falar, e farei o maior esforço possível para não agir por vontade própria?

Hoje eu peço:

Que eu me lembre de que meus atos intempestivos e explosões, sejam elas torrentes de acusações ou insultos, me magoam tanto a mim quanto à outra pessoa. Que eu evite que a raiva me leve ao ponto da explosão, através do reconhecimento da sua existência durante os acontecimentos, encarando-a como algo que está a acontecer.

Hoje vou lembrar-me:

Manter a tampa do bule entreaberta, para ir deixando o vapor sair.