8 de Setembro

Posso escolher não me deixar desesperar 

Reflexão do Dia

Dizem que não há situações desesperadas. No início, claro, é difícil acreditar nisto. Os opostos – esperança e desespero – são atitudes emocionais humanas. Somos nós é que estamos em desespero, não é a condição em que estamos. Quando desistimos da esperança e nos deprimimos, é porque ainda não conseguimos acreditar na possibilidade de mudar para melhor.

Já consigo aceitar que "Nem tudo o que temos de enfrentar pode ser alterado, mas que nada pode ser mudado sem ser enfrentado"?

Hoje eu peço:

Que eu me lembre de que, sendo humano e podendo fazer escolhas, nunca estou mesmo "desesperado". Só a situação em que me encontro pode parecer desesperante, o que me pode levar a um estado de depressão severa quando vejo que as minhas escolhas estão a esgotar-se. Que eu me lembre, também, que mesmo quando não vejo solução, posso escolher pedir ajuda ao Poder Superior.

Hoje vou lembrar-me:

Posso escolher não me deixar desesperar.