23 de Setembro

Progresso, em vez de perfeição 

Reflexão do Dia

Quando estudamos os Doze Passos de Recuperação, muitos de nós, ainda novatos em Jogadores Anónimos, exclamámos: "- Que exigência! Não consigo fazê-lo!" "Não desanime", disseram-nos, reunião após reunião. – Nenhum de nós conseguiu seguir estes princípios de um modo perfeito. Não somos santos. O importante é que estamos dispostos a crescer espiritualmente. Os princípios que definimos são orientações para progredir. Procuramos o progresso espiritual, não a perfeição espiritual.

Posso acreditar que, nas palavras de Browning, a minha obrigação não é reconstruir-me, mas fazer o melhor possível com o que Deus me deu?

Hoje eu peço:

Apesar de já estar no Programa JA há muito tempo, que eu não me esqueça de que os Doze Passos de Recuperação não são uma tarefa que se possa ir riscando da minha lista de "coisas a serem feitas". Em vez disso, esses Passos representam um esforço para um Ideal, um guia para chegar lá. Que eu mantenha a minha mente aberta para aprofundar a minha interpretação desses princípios.

Hoje vou lembrar-me:

Progresso, em vez de perfeição.