6 de Setembro

Apontar objetivos demasiado altos conduz ao retrocesso

Reflexão do Dia

Como jogadores compulsivos no ativo, estávamos demasiado familiarizados com a depressão, esta grande pilha de sentimentos sombrios que pareciam obscurecer as nossas mentes em intervalos regulares. Mesmo agora, quando não posso progredir como queria, quando espero uma mudança radical na minha parte espiritual, de um dia para o outro, estes sentimentos de tristeza podem perturbar-me novamente se eu lhes deixar essa "porta" aberta.

Reconheço que as minhas metas de perfeição estão diretamente relacionadas com a minha depressão? Admito que hoje a depressão na minha recuperação é mais fraca e mais compatível com o meu poder de mudança?

Hoje eu peço:

Quando estiver imobilizado pela depressão, que eu possa definir objetivos menores, racionais – coisas minúsculas como dizer "olá" a uma criança, lavar a minha chávena de café, limpar a minha secretária, fazer uma pequena oração. Que eu possa rever o meu próprio guião para o fracasso, para que não me leve a uma depressão ainda maior.

Hoje vou lembrar-me:

Apontar objetivos demasiado altos conduz ao retrocesso.