20 de Fevereiro

A raiva usa milhares de máscaras 

Reflexão do Dia

À medida que recuperamos a nossa saúde e nos tornamos cada vez mais capazes de viver bem no mundo real, sem jogar, começamos a ver muitas coisas sob um outro prisma. Muitos de nós, por exemplo, passaram a perceber que a raiva vem disfarçada de várias formas e cores: intolerância, sarcasmo, desconfiança, ansiedade, malícia, cinismo, descontentamento, autopiedade, maldade, suspeita, ciúme. Quanto mais descobertas nos são permitidas, mais começamos a ver a frequência com que a raiva se torna a semente de muitas das nossas sensações de desconforto e de inquietação. Tais descobertas dão-nos a possibilidade de compreender a nossa raiva e de procurar outras formas para lidar com ela.

Permito que os meus sentimentos despertem o melhor de mim?

Hoje eu peço:

Que eu reconheça que a minha raiva, como num baile de máscaras, se manifesta com várias formas e caras. Que eu lhe retire essas várias máscaras e a reconheça pelo que ela realmente é.

Hoje, vou lembrar-me:

A raiva usa milhares de máscaras.