16 de Fevereiro

É normal sentir raiva 

Reflexão do Dia

E quanto à "raiva justificável"? Se alguém nos engana ou age de maneira inaceitável, não temos o direito de ficar furiosos? As experiências de vida de muitos outros membros do Programa de Jogadores Anónimos ensinam-nos que os episódios de raiva são realmente extremamente perigosos. Então, mesmo que precisemos de reconhecer a raiva a ponto de dizer "estou com raiva", não podemos permitir que essa raiva se acumule, por mais justificável que seja.

Consigo aceitar o facto de que, se quero viver, tenho de me livrar da raiva?

Hoje eu peço:

Mesmo que eu consiga afastar-me dos problemas, que eu saiba que sempre haverá certas situações ou pessoas que acabarão por me irritar. Quando a minha raiva não parece justificável — sem motivos a sustentá-la — pode suceder que eu a negue, até para mim mesmo. Que eu reconheça a minha raiva, seja ela justificável ou não, antes de enterrá-la viva.

Hoje, vou lembrar-me:

É normal sentir raiva.