1 de Julho

Sou "parte de alguma coisa", não estou "à parte"

Reflexão do Dia

Originalmente, para alguns de nós, o medo pode ter sido a razão pela qual procurámos Jogadores Anónimos. No início, o medo pode ter sido a única razão para alguns de nós se manterem afastados do jogo e aquela sensação hedionda de "Vou começar a ter sorte" (apesar de sabermos que no final o jogo iria sempre virar-se contra nós). Mas o estado de medo dificilmente nos leva à tranquilidade e à felicidade – e se o fizer, dura pouco. Temos de encontrar alternativas ao medo, para podermos superar as primeiras horas vazias sem jogar, ou os primeiros dias ou mesmo as primeiras semanas. Para muitos de nós, a resposta está em tornarmo-nos um membro ativo em Jogadores Anónimos. Em pouco tempo, sentiremos que estamos a fazer parte de algo; pela primeira vez em muito tempo, começamos a ter a impressão de que "somos parte", em vez de estarmos "à parte".

Estou disposto a tomar a iniciativa?

Hoje eu peço:

Que Deus me ajude a encontrar alternativas ao medo – este cão de guarda da minha abstinência inicial. Agradeço ao meu Poder Superior por me ter levado a um lugar onde conheci outras pessoas que também sofreram as mesmas compulsões e medos. Estou grato por ter encontrado um lugar ao qual pertenço.

Hoje vou lembrar-me:

Sou "parte de alguma coisa", não estou "à parte".