4 de Julho

Celebrar a minha liberdade pessoal

Reflexão do Dia

Está na hora de me tornar disposto a fazer, custe o que custar, o que for necessário para reassumir as minhas responsabilidades pessoais, mesmo que isto signifique entregar a outros as minhas rédeas financeiras. Tal como há paradoxos nos Passos - admitindo que a minha vida se tornou ingovernável para que possa voltar a ser governável, render-me a um Poder Superior para que eu possa libertar-me novamente - haverá outros paradoxos na minha recuperação. Permitir que um membro de confiança da minha família ou um profissional cuide da minha vida financeira para que eu possa tornar-me responsável novamente por isso pode ser outro desses paradoxos. Demonstrei que sou impotente perante o jogo – e perante os altos e baixos de foro emocional que o acompanham. Agora é hora de abandonar o meu caminho desastroso e solitário e começar a interagir com outras pessoas, aceitando qualquer ajuda que o meu Poder Superior me proporcione.

Será que aceitei o facto de que, apesar de ter uma recuperação toda minha, às vezes preciso da ajuda e do incentivo dos outros?

Hoje eu peço:

Que o Programa de Jogadores Anónimos, com a ajuda do meu Ser Superior, me dê a oportunidade de viver uma vida estável, criativa e mais rentável. Que eu possa aceitar a força que as outras pessoas me oferecem, como eu mostro a minha vontade de partilhar a minha força com os outros. Que eu possa compreender, neste novo dia, que também tenho uma celebração de liberdade - do meu vício em jogo.

Hoje vou lembrar-me:

Celebrar a minha liberdade pessoal.