22 de Novembro

As boas notícias podem surgir das más notícias 

Reflexão do Dia

Tocqueville escreveu que "temos sucesso em empresas que exigem as qualidades positivas que temos, mas superamos aqueles que também podem fazer uso dos nossos defeitos." Em Jogadores Anónimos aprendemos que os nossos defeitos também têm valor – se os usarmos como base para a mudança e como forma de alcançar coisas melhores. O medo pode funcionar como ponto de partida para a prudência, por exemplo, assim como para que sintamos respeito pelos outros. O medo também pode afastar-nos do ódio e levar-nos à compreensão. Da mesma forma, o orgulho pode levar-nos em direção à humildade.

Já conheço a minha direção hoje? Sei a importância de saber para onde vou?

Hoje eu peço:

Que o meu Poder Superior me mostre como usar os meus defeitos de uma forma positiva, porque nada – nem mesmo o medo, o egoísmo ou a ganância – é totalmente mau. Que eu acredite que todas as qualidades que me levam a ter problemas têm o outro lado, o que me pode ajudar a resolvê-los. O orgulho, por exemplo, não pode expandir-se indevidamente sem rebentar e mostrar que é, na sua essência, um mero "vapor quente". Que eu possa realmente aprender com as minhas fraquezas.

Hoje vou lembrar-me:

As boas notícias podem surgir das más notícias.